Polícia Municipal

A Polícia Municipal que estava prevista para o município, não foi criada pelo actual governo.

Segundo uma notícia da rádio GeiceFM, o Presidente da Câmara teve uma reunião com o ministro Miguel Relvas, onde foi informado da impossibilidade da constituição desta força policial.

É uma decisão que vai de encontro à nossa posição, pois o CDS-PP sempre questionou a necessidade da constituição de uma força policial municipal. Sempre defendemos que deveriam ser reforçados os efectivos da GNR locais. O Executivo sempre optou por defender a constituição de uma força policial que estivesse sobre a sua alçada.

A criação de uma força policial local não se justifica, atendendo à densidade populacional do município, ao nível de criminalidade e às actuais condições económicas.

As principais funções desta força municipal, multar os automobilistas estacionados nas zonas pagas e não fazerem o respectivo pagamento, podem perfeitamente ser feitos pelos ficais camarários como ocorre noutros locais.

Todas as outras valências da Polícia Municipal devem ser asseguradas por um corpo da GNR reforçado com mais agentes.

O Sr. Presidente da Câmara queixa-se da ingerência do governo no poder local. Estando perante um governo legitimamente eleito e que tem entre as mãos o problema de muitos municípios com dívidas que não conseguem cobrir, não ficando Arcos de Valdevez muito bem nesta fotografia…, tem toda a legitimidade de questionar o aumento das despesas e a pertinência dessas despesas.

Diz o Sr. Presidente que não haveria aumento da despesa… Como, se teria de haver necessariamente fardas, hierarquias, automóveis, armas, instalações, comunicações… tudo isso custa dinheiro e alguém teria de pagar.

AA

Anúncios

Assembleia Municipal – Ordem do dia

Esta assembleia foi convocada para a aprovação de várias taxas, para o executivo poder elaborar o orçamento para o ano de 2011.

Havia, no entanto, mais dois pontos a ser discutidos. O primeiro relativo ao relatório de actividades e o segundo relativo ao regulamento da polícia municipal.

Continue reading “Assembleia Municipal – Ordem do dia”

Assembleia Municipal de 23 de Setembro

No dia 23 de Setembro, realizou-se mais uma Assembleia Municipal.

Parece ser normal, independentemente do dia e horas em que é marcada, esta reunião do órgão máximo do município arcuense, ser pouco participativo. As vindimas assim obrigam…

Continue reading “Assembleia Municipal de 23 de Setembro”

Assembleia Municipal de 29 de Junho (parte III)

Apesar de relativamente curta, esta assembleia foi muito profícua nas intervenções do CDS. Por isso, as três partes em que dividi esta reflexão.

Os outros três pontos da ordem de trabalho tinham a ver, dois com o mapa de pessoal e o último com a criação da Polícia Municipal. Continue reading “Assembleia Municipal de 29 de Junho (parte III)”