Obrigado aos Bombeiros

Serra de Soajo vista do CasteloNa segunda-feira, 18 de Maio, graças à valentia dos bombeiros, o Monte do Castelo ainda resistiu.

Penso que há uma tentativa de alguém para arder tudo. Este ano, um fogo já começou na zona de Parada, mais ou menos onde começou último grande incêndio que queimou tudo, mas foi controlado ainda para lá da N303.

Ontem, segunda-feira, um outro começou na encosta, por baixo da estrada de acesso ao Monte do Castelo e Miranda.

Felizmente, os Bombeiros dos Arcos, com o apoio dos GIPS e dos Bombeiros de Ponte da Barca e Paredes de Coura, controlaram males maiores. Ainda ardeu uma encosta significativa e num ponto ainda passou para cima da estrada… Algumas folhosas terão sido fortemente atacadas e duvido que sobrevivam. Mas, dado o vento, podia ter sido pior.

A Câmara Municipal tem que de uma vez por todas, considerar a defesa daquele património natural como prioritário e tomar as medidas de prevenção que sejam suficientemente eficazes. Muitas parcelas são privadas, mas quando está em causa o interesse público, os privados têm que colaborar. Ou limpam ou perdem o direito à parcela. Mas, o estado tem que dar o exemplo, que, no Monte do Castelo, não é o caso. As zonas florestais estão pouco melhores que as privadas, como referi no artigo anterior.

Curiosamente, dia 15 de Maio, esteve cá o Secretário de Estado da Administração interna, para a criação das unidades de intervenção rápida. Folclore, continua haver muito… assim como áreas ardidas! Meios aéreos, só para depois… quando estiver tudo ardido!

Por agora, resta-me, como Arcuense e Deputado Municipal, agradecer aos Bombeiros, de Arcos de Valdevez, Ponte da Barca e Paredes de Coura, assim como aos militares do GIPS, terem salvo o Monte do Castelo e esperar que com o seu esforço ainda tenhamos um parque do Castelo Verde por muito tempo.

Monte do Castelo e prevenção de incêndios

Vista do Penedo
Vista do Penedo

O Monte do Castelo tem sido ao longo dos tempos, sacrificado com incêndios que empobrecem aquele rico património natural.

Se há proprietários que não limpam as suas parcelas, o mais grave, é a actuação do estado.  Grande parte  daquela área, é zona florestal do estado. Seria de esperar que quem gere essa parcela pública, pelo menos uma vez por ano, fizesse uma limpeza do mato, de forma a evitar os incêndios. No entanto, e apesar de terem plantado alguns cedros, o mato, sobretudo os codeços, estão quase da altura das coníferas, com o risco que isso é para a floresta, como mostram as fotos.

IMG_0383No ano passado, o Presidente da Câmara, foi questionado sobre o assunto. A resposta foi que a responsabilidade é do ICNF. Não sei quem é de facto a entidade responsável pela gestação destes espaços florestais, pois a informação que procurei não foi clara.

O certo, independentemente de quem for a responsabilidade, é que são espaços públicos, de enorme interesse natural e com grande potencial turístico, que tem que ser bem geridos. O principal interessado na boa gestão, é o concelho de Arcos de Valdevez. Assim, compete à Câmara Municipal, se de facto não for sua a responsabilidade da gestão das florestas, interceder junto do ICNF para limpar e manter as florestas publicas do concelho.

Compete à Câmara Municipal, enquanto responsável pela Proteção Civil, a tomada de medidas para a prevenção dos incêndios. É de saudar a constituição das equipas de intervenção rápida, apesar de tardiamente (este ano já ardeu mais concelho que o ano passado todo…). Mas, as equipas de intervenção rápida não conseguem actuar nas florestas no estado em que se encontram. E, se é imperativo responsabilizar os privados pelo estado dos seus espaços florestais, o estado, neste caso a Câmara Municipal, tem que dar o exemplo e tomar a iniciativa.

É uma posição normal, da Câmara dos Arcos, escusar-se com outras entidades para justificar problemas no concelho. As estradas tem mau piso, a culpa é das Estradas de Portugal. O espaço à volta do centro de saúde estava degradado, a culpa é da ULSAM. As florestas não são limpas, a culpa é do ICNF. Não discordo que essas entidades deveriam ser mais proactivas na resolução desses problemas. Mas, quando elas falham, compete ao executivo municipal fazer as diligências necessárias para que esses problemas sejam resolvidos em tempo útil.

O Monte do Castelo, é um espaço de excelência no nosso concelho, que tem sido desde sempre mal aproveitado. Os incêndios sucessivos também não têm ajudado. A incúria das autoridades e a falta de visão de quem nos tem governado, não permite mais. É pena…

AA

IMG_0382 IMG_0384

Nós temos…

Passeio pelo Monte do Castelo

Uma manhã, um percurso entre Arcos de Valdevez e Távora Santa Maria, subindo ao Monte do Castelo e descendo pelas Aveleiras.

Tinha que dar em belas fotografias…

Este slideshow necessita de JavaScript.

AA