Assembleia Municipal de 21 de Junho 2011

Já em pleno Verão, realizou-se mais uma Assembleia Municipal do Município de Arcos de Valdevez.

Havia apenas 4 pontos na ordem de trabalho, o 1º, referente ao relatório de actividades do executivo municipal. O 2º, a declaração de benefícios fiscais à Sarreliber. O ponto 3, a “Proposta de decisão de autorização para dissolução e extinção da  “ASDEVAL” associação de desenvolvimento social. O último ponto, era a proposta para a extinção da “Arcosgest”.

A assembleia ficou marcada por duas situações, uma lamentável e outra que nos orgulha:

Em primeiro lugar, o Sr. Presidente da Câmara, perante um protesto do deputado do PS, Dr. Jorge Lage por o edil não lhe responder às questões, declarou que já há muito tempo que ignorava as suas questões e que nunca mais lhe responderia, e que não era obrigado a isso por lei. Claro que, institucionalmente, não parece nada bem esta postura. Os deputados e os elementos do executivo são eleitos democraticamente pelas populações e isso tem que ser respeitado. Infelizmente, estas atitudes são frequentes, e fazem-nos lembrar o corte de relações com a direcção dos Bombeiros. Tal como essa, espero que as boas relações institucionais regressem a esta assembleia, em relação a todos os deputados.

Por fim, o grupo do CDS foi acusado de fazer oposição, tendo sido dito que mais parecia que o acordo nacional para a governação do país foi feito entre o PSD e o PS! Da nosso parte, é com orgulho que dizemos que continuamos a defender o que nos parece melhor para o concelho, independente do que se passa a nível nacional ou mesmo em possíveis consequências que esse acordo possa a nível autárquico. O nosso compromisso é com os arcuenses e com aquilo que prometemos. Somos independentes, autónomos e responsáveis.

Continue reading “Assembleia Municipal de 21 de Junho 2011”

Anúncios

Boas novas…

E o dia D, aconteceu!

Portugal mudou, espero que valha a pena e que o próximo Primeiro Ministro me surpreenda positivamente. Espero que, ao contrário do que tenho dito nos últimos anos, possa dizer “estava enganado, o homem governou bem…”

Em relação ao CDS-PP, não posso dizer que não fiquei desiludido com os resultados no distrito, no concelho e mesmo na minha freguesia. Foi uma pena não elegermos um segundo deputado. Talvez o “empate técnico” das sondagens nos tenham prejudicado. Talvez o facto de termos feito uma campanha com trabalho mas sem muitos meios não fosse tão visível. Mas, não podíamos gastar o que não tínhamos…

A Drª Carolina agradeceu a todos os que trabalharam com ela. Eu, só posso pedir desculpa por não ter conseguido trabalhar mais.

Da minha parte, continuarei a trabalhar como até aqui na Assembleia Municipal de Arcos de Valdevez para na próxima merecer mais confiança dos arcuenses.

AA

O dia D para Portugal

Candidatos do CDS-PP, no Mercado Municipal de Arcos de Valdevez

No próximo dia 5 de Junho, Portugal vai a votos.

Para Portugal, pode ser o dia D! O dia da viragem, rumo a um futuro com alguma esperança.

O próximo governo, sairá da combinação de dois ou três partidos. Os cenários são vários. Dois bastante remotos: o CDS ganhar e o PS ganhar. O primeiro, seria mesmo uma revolução em Portugal, infelizmente o Homem tem medo da mudança, e só em situações extremos segue esta via. A própria evolução das espécies segue este padrão, longos períodos relativamente calmos e pequenos períodos de grande mudança. O segundo, se acontecer, só tem viabilidade se o Sr. Pinto de Sousa abandonar, porque não sendo uma pessoa de confiança, ninguém governará com ele. O terceiro cenário é o mais certo: O PSD ganhar, sem maioria absoluta, e fazer governo com o CDS. Mas aqui, o dia D de portugal será maior, quanto mais influência o CDS tiver nas políticas do país…

O que podem fazer os Arcuenses, e de uma forma mais alargada, todos os alto-minhotos. Continue reading “O dia D para Portugal”