Vamos brincar às colaborações!

Pelourinho, Arcos de Valdevez
Pelourinho, Arcos de Valdevez

Isto é assim: agora faço de conta que quero colaborar e a seguir não aceito o teu pedido de colaboração! Ou aceitas ou sais do jogo!

Nos discursos de tomada de posse, na instalação dos órgãos autárquicos arcuenses, ouviu-se falar muito de colaboração.

O PSD, como partido mais votado afirmou que gostava de ter a colaboração de todos. E todos disseram que estavam dispostos a colaborar. O CDS Arcos referiu no entanto, que essa colaboração não passaria, naturalmente por apenas validar as opção do PSD!

A primeira colaboração foi apresentada pelo Presidente da Câmara, para elaboração do Plano e Orçamento para 2014.

Após quase duas horas de discussão sobre medidas de actuação sobre vários temas, o Presidente da Câmara pediu por escrito as nossas propostas! E nós respondemos que queríamos as da câmara e que depois deveríamos voltar a reunir para ver como poderíamos integrar os pontos de vista dos dois partidos. Se não estava prevista uma nova reunião, não fazia qualquer sentido nós deixarmos as nossas propostas, para simplesmente o PSD pegar no que lhe interessava! Naturalmente temos muitas propostas, mas temos algumas que julgamos mais urgentes e mais importantes e essa coordenação, entre propostas do PSD e CDS-PP teria de ser feita em conjunto! É que, se era apenas para ter as nossas propostas, nós fizemos isso, via vereador do CDS Arcos, e todas as nossas propostas foram apresentadas, por escrito.

Não julgamos que tenha sido melhor forma de atuação do PSD.

Também percebo, agora, depois da discussão do Plano e Orçamento na última Assembleia Municipal, as palavras elogiosas do Presidente da Câmara ao deputado da CDU. A congratulação deste deputado pela inclusão de um parque de caravanas e o voto de abstenção! Naturalmente, o PSD não pode esperar do CDS Arcos fique satisfeito com uma qualquer obra! Temos uma visão integrada para o concelho e é com base nessas orientações que decidimos o que quer que seja.

Esta colaboração, tanto apregoada pelo PSD, teve o seu epíteto na eleição de 4 elementos para a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens em Risco (CPCJ), de Arcos de Valdevez. A bancada do CDS Arcos, propôs uma lista única, com elementos de todos os grupos da Assembleia Municipal. Esta proposta foi acolhida com interesse pelo Grupo Municipal do PS e pelo deputado da CDU. O PSD referiu que, se queríamos colaboração, deveria a líder da bancada do CDS ter contactado a líder da bancada do PSD antes da reunião da Assembleia Municipal, que já tinha um grupo de pessoas com “diferentes sensibilidades políticas” (como se isto fosse possível no PSD dos Arcos)!

Isto leva-nos a uma conclusão: Quando o PSD quer ficar bem na foto, convida os outros grupos municipais a ver se com um rebuçado os pões do seu lado. Quando vê que esse rebuçado é partilhar algo, como uma coisa tão importante para as crianças e jovens, mas sem qualquer interesse político, que é a presença na comissão da CPCJ, simplesmente ignora os outros!

Havia quem dissesse que com uma nova liderança, o PSD fosse diferente! Nunca tive tal expectativa e, ao fim de 3 meses, a máscara caiu!

Álvaro Amorim

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s