Assembleia Municipal, Julho 2013

Imagem da Casa das Artes
Casa das Artes, arcos.

Havendo eleições para os órgãos das autarquias locais em Setembro, julgava que esta seria a última assembleia deste mandato autárquico. Por isso, associamos a necessidade de discutir a taxa de IMI para 2014.

Foi com espanto que o Sr. Presidente da  Assembleia Municipal nos informou que seria a penúltima reunião da Assembleia Municipal.

No período Antes da Ordem do Dia, fizemos um balanço deste mandato e mostramos alguma preocupação para o futuro, devido à situação de endividamento do município e com as condições sócio-económicas a agravarem-se, ainda mais agora com uma possível crise governamental.

De realçar, neste período, a acusação do PS ao executivo de conseguir boicotar a elaboração de listas aos diferentes órgãos autárquicos.

É, infelizmente, uma realidade o medo que encontramos nas pessoas com que conversamos e que convidamos para o nosso projecto. Há as que tem medo que a licença de construção não venha aprovada, que o filho, sobrinho ou primo seja despedido do emprego, que o projecto que estão a pensar desenvolver seja boicotado… etc. Listas quase feitas, que de um momento para o outro desaparecem! Esta é, actualmente, a realidade do nosso concelho.

Outro tema abordado, foi a qualidade da água da Praia da Valeta. Mais uma vez foi levantada a possível perseguição, não percebi muito bem por parte de quem, ao município. Mais uma vez o Sr. Presidente ameaçou fazer queixa nos tribunais e houve quem, do partido do executivo, que propusesse não colaborar e esquecer as bandeiras “… eles que fiquem com elas.” Esquecem-se é que o turismo tem que ser uma forte aposta do nosso concelho e, temos que atrair gente de fora que possam trazer dividendos ao nosso comércio.

A nós, interessa-nos um Rio Vez com qualidade, por duas razões: Garantir aos Arcuenses um rio que nos proporcione condições balneares de excelência; Garantir um Rio Vez que atraia turistas e que para isso tem que ter uma bandeira atribuída por entidades idóneas que a classifiquem como excelente.

Infelizmente, por negligência do nosso executivo Municipal, só daqui a 5 anos poderemos ter a bandeira dourada da Quercus, isto se mais nenhuma análise mostrar a existência de coliformes fecais!

Um deputado questionou-se como é possível a água estar poluída se não há incêndios, não há vacarias, não há industria… Esqueceu-se de referir bombas de referir as bombas de gasolina que existem a montante e esgotos domésticos que podem estar a ser lançados ilegalmente no rio. Aliás, é elementar, que se perceba que a existência de coliformes fecais é sinal de contaminação fecal, que neste contextos só pode de esgotos domésticos e, atendendo aos valores, em quantidades significativas!

Não me convenço, não acredito, que o SNIRH e a APA estejam a perseguir o concelho de Arcos de Valdevez. Mais depressa acredito numa manobra para justificar uma piscina externa…

Dos pontos da ordem de trabalhos, escreverei noutros artigos, do IMI e Compromissos Plurianuais, que foram os que geraram alguma discussão.

AA

Anúncios

One thought on “Assembleia Municipal, Julho 2013

  1. É pena que em plena época estival só haja um contentor para tanto lixo, junto ao tasco de bebidas do Sr. Trancoso – roulote amarela. Depois, tal como no final do dia 7 de Julho é ver todo o tipo de lixo espalhado pelas bermas e recantos do rio vez…….Lamentável!!!….Também de referir a falta de civismo que percorre a consciência de quem só pensa em sujar…..!!!!!!!.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s