Como o estado cuida das suas propriedades

Já toda a gente sabe como o estado faz a gestão das suas propriedades. Exemplos significativos de abandono, como o Forte da Ínsula, no Rio Minho, são demasiado frequentes. O Dr. José Hermano Saraiva apresentou muitos exemplos!

Em Arcos de Valdevez há muitos locais do estado abandonados. A começar nas antigas casas dos guardas florestais, imensas, até às recentemente abandonadas escolas do 1º Ciclo.

Antiga Escola 1º Ciclo Távora Santa Maria
Antiga Escola 1º Ciclo Távora Santa Maria

Vem isto a propósito da recente proposta do Ministro da Agricultura, no sentido de nacionalizar as matas cujos proprietários não tratassem adequadamente.  Disse no artigo anterior, sobre os incêndios, que é uma ideia que não me choca. O problema, é que a incompetência dos nossos governantes, não me garante que essas matas ficariam em melhores mãos se fossem nacionalizadas!

Este slideshow necessita de JavaScript.

As imagens são elucidativas do estado desta antiga escola. O risco de incêndio é enorme.

É certo que existem bons exemplos da utilização destes espaços. A cedência para associações, centros de dia ou mesmo a venda a particulares podem ser alternativas viáveis. Manter nestas condições, à espera que entre em ruínas, é que não é o melhor!

Estas situações levam-me a pensar se as declarações do Ministro da Agricultura foi alguma coisa pensada, ou simplesmente um saída, para atirar as culpas para outros…

Álvaro Amorim

One thought on “Como o estado cuida das suas propriedades

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s